top of page

A Tip For Nature: projecto português quer aumentar a recolha de embalagens de vidro no canal HORECA

Na Semana Europeia de Prevenção de Resíduos, a AIVE – Associação dos Industriais de Vidro de Embalagem lança o projecto-piloto “A Tip For Nature”, que tem como objectivo aumentar a taxa de recolha das embalagens de vidro usadas no canal HORECA.


A cadeia hoteleira The Editory Collection Hotels é parceria da iniciativa, que tem como financiador a FEVE (European Container Glass Federation) e o apoio institucional da Plataforma Vidro+ e da AHRESP (Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal).


horeca, vidro, reciclagem, sustentabilidade, hotelaria

A Tip For Nature vai abranger os dez hotéis da marca de hotéis, testando se um investimento em comunicação digital se pode traduzir na mudança de comportamentos e, por sua vez, numa melhoria dos níveis de recolha de embalagens de vidro nas diferentes unidades do grupo.


Com um cariz educacional, durante um ano, o projecto vai procurar alterar a consciência ambiental e os hábitos de reciclagem dos colaboradores da cadeia hoteleira. Paralelamente, será promovido um desafio interno, como forma de motivar esses colaboradores, para atribuir uma estrela adicional em vidro à unidade hoteleira com maior taxa de recolha de embalagens de vidro para reciclagem.


A designação do projecto e toda a sua comunicação está alinhada com o contexto de um estabelecimento HORECA, remetendo para a ideia de gratificar a Natureza, que trabalha todos os dias do ano, sem nunca tirar férias, num hotel com mais de 200 mil milhões de estrelas. Ou seja, desta vez, são os colaboradores do estabelecimento HORECA que são convidados a agradecer à Natureza, recompensando-a ao reciclar correctamente todas as embalagens de vidro.


«Portugal tem das maiores densidades per capita, de estabelecimentos HORECA, no entanto, 64% de todas as embalagens de vidro consumidas nestes estabelecimentos, não estão a ser aproveitadas para reciclagem. É assim neste canal que reside a oportunidade mais eficiente de recuperação destas embalagens, pela sua concentração de produção. Como fabricantes de embalagens de vidro para alimentos e bebidas, queremos mudar estes resultados, porque quantas mais embalagens de vidro usadas forem recolhidas, maior será a incorporação de vidro reciclado na produção de novas embalagens», afirma, em comunicado, Sandra Santos, presidente da AIVE.


Créditos da Notícia: Marketeer


3 visualizações
bottom of page