top of page

Congresso dos Cozinheiros chega a Oeiras já na próxima semana com um cartaz de peso

A 25 e 26 de Setembro, há um mundo gastronómico por explorar, sem sair do concelho. Conheça toda a programação do evento.

Prepare o paladar, o estômago e o apetite, pois o Congresso dos Cozinheiros está a chegar ao concelho de Oeiras. Nos dias 25 e 26 de Setembro, Domingo e Segunda-feira, respectivamente, os Nirvana Studios abrem as portas ao público para receber a 18.ª edição desta iniciativa que reúne chefs nacionais e internacionais, em demonstrações, debates e actividades à volta da paixão que têm em comum pelo mundo da gastronomia.


Serão dois dias recheados de apresentações e degustações, com mais de 20 horas de intervenções por 58 oradores de vários países. Não vão faltar, também, música e animação nesta iniciativa que junta, anualmente, os profissionais do sector, os amantes de cozinha e o público em geral, num ambiente descontraído.


Este ano, o evento conta com um mote muito especial: Conexão Africana. Segundo a organização, esta é uma oportunidade para aprender mais sobre a riqueza da gastronomia, das pessoas e da cultura africana, onde serão apresentados profissionais, debatidos temas e degustados produtos e tradições daquele continente. É, assim, um importante momento também para aprender mais sobre a influência da cultura africana na gastronomia portuguesa, com especial destaque para os PALOP.


Para Paulo Amado, fundador do Congresso dos Cozinheiros, esta “é uma oportunidade de conhecer melhor a rica herança cultural africana e a sua importante presença na cozinha portuguesa e internacional. É importante para ficarmos a conhecer pessoas que têm uma acção social impactante, através do seu trabalho no mundo da gastronomia.”


O Congresso dos Cozinheiros terá vários espaços, cada um com uma missão diferente. No Palco INTER vão decorrer as conversas e apresentações, o Palco Produto será dedicado a demonstrações de cozinha e produtos com degustação e o Palco Nós As Pessoas está focado em conversas sobre a importância do bem-estar mental na restauração. Já o Palco Música será o cenário de actuações musicais muito especiais, todas elas com raízes africanas como é o caso da Orquestra Batukadeiras, de Lindú Mona e Kriol.


Haverá ainda uma Área de Exposição, onde será possível conhecer as novidades de produtos e equipamentos de cozinha e a Área de Alimentação onde se vão degustar as iguarias de chefs convidados, como cachupa do mar, tripas à moda do Porto, salmão do Alaska, Pudim do Marquês, mousse de chocolate com cebola, carne arouquesa, arroz de coelho e moamba de ginguba e cogumelos.


Um cartaz com grandes nomes

O cartaz conta com nomes de peso, bem conhecidos no panorama gastronómico dentro e fora do País. Entre os oradores confirmados, destaca-se a presença de Fatmata Binta, da Serra Leoa, uma chef de cozinha nómada e embaixadora da gastronomia da tribo Fulani. Em 2021 foi galardoada com o prémio The Best Chef Rising Star pela The Best Chef Awards e já em 2022 recebeu a distinção do Basque Culinary World Prize. Também a norte-americana Sheree Williams, fundadora e diretora executiva da organização The Global Food and Drink Initiative e editora da “Cuisine Noir Magazine”, marcará presença no evento.


Outro dos nomes mais aguardados é Najat Kaanache, cozinheira basca de San Sebastián, de origem marroquina e proprietária do restaurante Cús, na cidade do México e de seis espaços na medina de Fez, incluindo o Nur, distinguido como o Melhor Restaurante de África e o Melhor Restaurante Marroquino do Mundo, em 2017, pela World Luxury Restaurant Awards.


Em destaque está também Jeny Sulemange, cozinheira moçambicana da região de Nampula, responsável pelas iguarias que pode encontrar no reconhecido restaurante Cantinho do Aziz, em Lisboa. É autora de um livro de receitas e a protagonista de uma série documental na Amazon Prime, onde apresenta as suas viagens pelo mundo, com destaque para os sabores e convidados de raiz africana e portuguesa.


Confirmados estão também os chefs africanos João Carlos Silva (chefe Roça São João dos Angolares, São Tomé e Príncipe) e Helt Araújo (chefe Flor do Duque, Luanda) e também António Belotti (chefe Grupo 887, San Sebastian).


Quanto aos chefs portugueses e com espaços abertos no País, vão marcar presença: Marlene Vieira (chefe Marlene, Lisboa) João Sá (chefe Sála, Lisboa) Carlos Coelho (fundador Ivity Brand Corp, Lisboa), Martí Guixé (co-proprietário Solar Kitchen Restaurant), Lídia Brás (chefe Stramuntana, Vila Nova de Gaia), Michele Marques (chefe Mercearia Gadanha, Estremoz), João Viegas (chefe Atlântico – Vila Vita Parc, Porches), Carla Sousa (chefe de cozinha), Dieter Koschina (chefe Vila Joya, Albufeira), Hugo Dias de Castro e Anna Fuentes (proprietários O Pastus, Oeiras), Pedro Abril (chefe Musa da Bica, Lisboa).


Também estarão presentes Rodrigo Castelo (chefe Ó Balcão, Santarém), Teresa Castro (chefe Sambo de Castro, Lisboa), Diogo Novais Pereira (chefe Porinhos, Fafe), Viriato Pã (chefe e autor), Mauro Álison (chefe Hotel Casa Palmela) e Mauro Loureiro (chefe NX Academy, Almada), Joana Duarte (Formadora na EHT Setúbal), Nikita Polido (Chefe Celmar, Meco), José Júlio Vintém (chefe Tombalobos, Portalegre), Vítor Adão (chefe Plano e Planto), Fátima Lopes e Hélio Loureiro (embaixadores da Carne de Coelho Europeu), Miguel Rocha Vieira (chefe de cozinha), Hugo Alves (chefe Norma e CCA 2021, Guimarães), Ana Magalhães (sub-chefe Six Senses Douro e CCA 2022), Alana Mostachio (VDB Bistronomie, Lisboa), Liliana Abreu (chefe Kampo, Madeira) e Vladimir Veiga (chefe LAB, Lisboa).


O cartaz completo do CNC 2022 pode ser consultado aqui.


Créditos da Notícia: New in Oeiras


17 visualizações

Comments


bottom of page