top of page

Depressão infantil pode ter causas na alimentação | in "SAPO Lifestyle"

Atualizado: 1 de abr. de 2021

O neurotransmissor ligado ao bem-estar e ao prazer é maioritariamente produzido no intestino, órgão conhecido como o “segundo cérebro”. Mais um motivo fundamental para estarmos atentos à alimentação das nossas crianças.

Depressão Infantil

As oscilações comportamentais na infância, como mudanças de humor, tristeza e desânimo, são normalmente associadas a factores externos, ligados ao ambiente em que a criança cresce. Outros factores, porém, podem afectar o equilíbrio emocional e psicológico infantil – a alimentação é um deles.


A nutricionista brasileira Andreia Friques, especialista em questões da infância, explicou ao site Vix que a serotonina, neurotransmissor ligado ao prazer e ao bem-estar, é maioritariamente produzida no intestino, órgão conhecido como o “segundo cérebro”.


Isto significa que quando o intestino não funciona corretamente, a produção de serotonina cai drasticamente, levando a mudanças comportamentais visíveis nas crianças, como a falta de motivação e de disposição, e podendo até desencadear um quadro de depressão infantil.


Há alimentos que, consumidos em excesso, são prejudiciais e alteram o funcionamento do intestino, prendendo-o ou causando gases, e levando a uma queda na produção de serotonina e subsequentes mudanças comportamentais, como a falta de motivação e disposição. Estes são alguns dos inimigos do intestino.


CEREAIS REFINADOS

Todos os alimentos feitos com farinha branca refinada, como biscoitos, massas ou pão, são pobres em fibras e vitaminas que ajudam à contracção do intestino, além de incharem a barriga e formarem gases.


BANANA

Apesar de ser óptima quando consumida antes de treinos – pois retém líquidos no corpo – não é indicada para crianças que tenham prisão de ventre. Tem fibras e hidratos de carbono que tornam o transito intestinal mais demorado e difícil.


REFRIGERANTES

Além de terem zero vitaminas e nutrientes, são ricos em açúcar e substâncias químicas que acabam por prejudicar o bom funcionamento das bactérias no intestino. Ao mesmo tempo, abrem espaço para a proliferação de bactérias nocivas ao trato intestinal.


FRITOS

Nuggets, rissóis, batatas fritas e outros fritos são alimentos muito pobres em fibras e ricos em gorduras saturadas. Ou seja, pioram drasticamente o quadro digestivo e o intestino preso.


Créditos da Notícia: SAPO Lifestyle


33 visualizações

Comments


bottom of page