Do Alma aos Pastéis de Belém: os portugueses que brilham na Europa segundo o OAD | in "Observador"

O restaurante de duas estrelas, com Henrique Sá Pessoa aos comandos, ocupa o lugar 136 no top 100+ dos melhores restaurantes da Europa. Feitoria, Belcanto e Pedro Lemos seguem-lhe um pouco atrás.

Se no ano passado o Alma do chef Henrique Sá Pessoa tinha recibo apenas uma menção honrosa no top 100+ dos melhores restaurantes da Europa do guia gastronómico Opinionated About Dining (que vai até à posição número 200), em 2020 o cenário muda de figura: o restaurante está no número 136 e, apesar de não figurar nos primeiros 100 lugares, é o projecto português mais bem posicionado.


Ao todo, desta lista fazem parte cinco restaurantes com assinatura portuguesa: além do Alma, o Feitoria de João Rodrigues surge na posição 139, o Belcanto de José Avillez na 142, Pedro Lemos na 162 e Euskalduna Studio, de Vasco Coelho Santos, no número 194 — no ano passado este foi o grande destacado português, ocupando a posição número 83. Ainda nesta lista estão dois espaços assinalados com a letra “R”, o que significa que são “restaurantes adicionalmente recomendados”: a Casa de Chá da Boa Nova, no Porto, e Epur de Vicent Farges.


O top 10 da cobiçada lista, que é feita com a opinião de quase 5 mil foodies de todo o mundo, apresenta a seguinte composição: Restaurant Frantzén (Estocolmo), Alchemist (Copenhaga), Schloss Schauenstein (Fürstenau, Suíça), Lido 84 (Gardone Riviera, Itália), Etxebarri (Espanha), Noma 2.0 (Copenhaga), Daniel Berlin (Suécia), Victor’s Fine Dining by Christian Bau (Alemanha), De Librije (Países Baixos) e Ernst (Alemanha).


Mas o Opinionated About Dining — cujo fundador já antes conversou com o Observador — tem em conta outras listas dedicadas ao solo europeu, uma das quais se estreia em 2020: no “Top 100+ Cheap Eats” existe apenas uma referência portuguesa, com os míticos Pastéis de Belém a ocupar a posição número 10 em 100.


As restantes categorias dedicam-se aos mais de “100 melhores restaurantes históricos da Europa”— que coloca em destaque a Cervejaria Ramiro (13ª posição), o Mar do Inferno (141ª), o Pinóquio (143ª) e a Marisqueira de Matosinhos (183º), com o Bairro Avillez, a Peixaria da Esquina e o Solar dos Presuntos a receber a letra “R” —, e aos espaços “clássicos” (Vila Joya surge no lugar 100, Ocean no 116 e The Yeatman no 163, com a Casa da Calçada, o Gambrinus, o Tágide Lisboa e o Vista Restaurante a receberem menções honrosas).


Na lista apostada nos espaços europeus onde se pratica comida“gourmet casual” o grande destaque vai para A Taberna da Rua das Flores, de André Magalhães, com um lugar bastante confortável (83). A Cevicheria de Kiko Martins e os restaurantes Almeja e Prado recebem um “R”.


Créditos da Notícia: Observador


#opiniatedaboutdining #chefs #restaurantes #rankingeuropeu #finedining #gourmet

0 visualização
blueberry-jam-lead-9-1.jpg

COMPOTAS & DOCES

coconut-flour-1-of-1.jpg

FARINHA DE COCO

3453_07_10_2012__17_41_46_700.jpeg

FARINHA DE ESPELTA

fresh-spinach-pasta.jpg

MASSAS

sesame-dressing-akk.jpg

MOLHO DE SÉSAMO

SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER

LET'S

TALK

ABOUT

FOOD

FALE CONNOSCO

COM VONTADE DE...

... DAR UM SALTO AO NOSSO Blog ?

Lima com Pimenta

Fruit & Veg Company

contacto@limacompimenta.com

964 163 956 | 969 981 253

Algarve | Portugal

  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle

©2020 por Lima com Pimenta®