top of page

França proíbe venda de frutas e legumes em embalagens de plástico

No passado Sábado, 1 de janeiro, entrou em vigor uma lei em França que proíbe a venda de frutas e legumes em embalagens de plástico. A medida já era apoiada há muito tempo por grupos de ambientalistas no país, mas o governo de Emmanuel Macron só a aplicou realmente no início deste ano.

SUSTENTABILIDADE, ambiente, plástico

Ao todo, são mais de 30 as variedades de frutas e legumes que os supermercados e outras superfícies comerciais não podem vender em embalagens de plástico descartáveis. Segundo o site “France24” falamos de laranjas, pepinos, limões ou até maçãs, por exemplo.


Ainda assim, existem algumas excepções à lei. Alimentos com peso superior a 1,5 quilos podem continuar a ser vendidos dessa forma. O mesmo acontece para fruta picada ou processada.


Frutas e legumes mais sensíveis, como mirtilos, framboesas e tomate cherry também se podem manter no mercado em embalagens de plástico. Contudo, até 2026, terão de ter uma alternativa mais sustentável para a venda, já que o plástico será de todo eliminado.


O governo francês estima com esta medida retirar de circulação mais de mil milhões de embalagens de plástico de plástico por ano. O país tem o objectivo de eliminar de vez este material de uso único até 2040.


Créditos da Notícia: NiT


5 visualizações

コメント


bottom of page