top of page

Lisbon Food Affair reúne mais de 50 acções em 3 dias

A Lisbon Food Affair vai ser o palco do debate sobre os principais temas da fileira agroalimentar, reunindo entidades do sector público e privado que vão apresentar, entre outros, os desafios relacionados com a sustentabilidade alimentar, a digitalização, as cadeias de abastecimento, a inovação, o consumidor, a internacionalização e o financiamento.

Em debate vão estar mais de 20 temas cruciais para o sector, envolvendo os parceiros estratégicos da Lisbon Food Affair, assim como a oferta e a procura.


Para além das acções em auditório, vão decorrer durante os três dias do evento, mais de 50 acções de Talks, Showcookings e apresentações comerciais.


Financiamento

No âmbito do tema sobre Financiamento, a AHRESP – Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal, terá uma intervenção em duas conferências, uma dedicada aos financiamentos para a actividade turística e outra centrada no papel da eficiência energética no canal Horeca.


Carlos Moura, presidente da AHRESP que se faz representar no Conselho Estratégico do evento, destaca a importância da Lisbon Food Affair enquanto marketplace para as empresas do canal Horeca, no actual momento em que o mercado, e particularmente o sector agroalimentar e de turismo continuam a enfrentar grandes desafios, exigindo “estratégias pensadas ao detalhe”.


E, acrescenta: “a internacionalização, a inovação e a urgente sustentabilidade estão no lema deste marketplace onde a AHRESP participa nesta edição com um espaço que celebra e dinamiza a gastronomia portuguesa, com a demonstração e confecção ao vivo dos melhores produtos nacionais em receitas inovadoras, mas também tradicionais do nosso país”.


Ainda no contexto das abordagens ao financiamento, destaca-se a apresentação da COTHN – Centro Operativo e Tecnológico Hortofrutícola Nacional, sobre o tema “Projectos aprovados no âmbito da promoção dos produtos agroalimentares, no âmbito do PRR”, com foco nas iniciativas emblemáticas: Mitigação e Adaptação às Alterações Climáticas; Agricultura 4.0; Territórios sustentáveis; Agricultura Circular; Excelência da organização da Produção.

Sustentabilidade

A temática da Sustentabilidade Alimentar é o mote para a apresentação da APN – Associação Portuguesa de Nutrição, que aborda a “Dieta Mediterrânica: ferramenta para a Sustentabilidade Alimentar – Indústria, Distribuição e Hotelaria”. Destaca-se o papel positivo na saúde e como modelo de sustentabilidade alimentar. Uma ferramenta de excelência a ser implementada no sector da indústria, da distribuição e da hotelaria.


A Sustentabilidade e a Inovação vão estar também em foco na conferência do ISA | LEAF sobre o tema “Alimentos do Futuro: Alternativas sustentáveis e Nutritivas”, onde serão abordadas questões como as mudanças globais, alterações climáticas e o crescimento da população mundial, desenvolvimento de processos para a produção de novos alimentos, seguros e sensorialmente apelativos para o consumidor, com impacto na saúde, economicamente rentáveis, além da economia circular.


A visão sobre o Consumidor, os principais insights e as mais recentes tendências de consumo dentro e fora de casa, com base nos painéis in-home e OOH, vão ser apresentados pela Kantar. Na intervenção com o tema “Kantar Consumer Savoir-Faire: a visão 360º dos portugueses “, o destaque vai também para a divulgação das primeiras quotas de mercado sobre o Quick Service Restaurants (QSR).

Digitalização

A Digitalização é outro dos eixos do debate promovido pela Lisbon Food Affair, que conta com as intervenções da INNOVAGENCY, com foco no impacto das tecnologias no sector alimentar e demonstração de casos de sucesso nacionais. Este tema terá também duas sessões apresentadas pela MONERIS, que destaca a necessidade indiscutível de implementação da era digital também no sector agroindustrial – “Tecnologias, práticas e certificação da maturidade digital” e “Experimentar antes de investir e como financiar a transformação digital”, destacando a necessidade de assumir a inovação como factor de competitividade.


Além destes temas, a Internacionalização no sector agroalimentar vai estar em foco pela AICEP, ANI, IAPMEI e AHRESP que vão apresentar os projectos, fundos e incentivos de apoio à internacionalização. Estas acções serão acompanhadas de um período de atendimento e esclarecimento às empresas, sobre os apoios à internacionalização em curso.

Cadeia de Abastecimento

Os desafios da Cadeia de Abastecimento em contexto inflacionista, pós pandémico e em pleno clima de guerra no continente europeu, é o mote da apresentação da APED – Associação Portuguesa de Empresas de Distribuição.


Em foco, o aumento das pressões inflacionistas externas sobre os preços dos bens, a subida dos preços das matérias-primas internacionais, o impacto das disrupções nas cadeias de abastecimento global e também os custos de transporte.


Gonçalo Lobo Xavier, director geral da APED, que integra o painel desta conferência sobre a cadeia de abastecimento, destaca a importância da Lisbon Food Affair como ponto de encontro de excelência do sector alimentar em Portugal. “Num mundo marcado cada vez mais pela competitividade, exigência e valorização da qualidade dos produtos, este evento é uma plataforma relevante para promover projectos de sucesso do nosso país, valorizar a inovação, estimular novas sinergias e criar oportunidades de negócio e de internacionalização para toda a cadeia de valor ligada ao agroalimentar”.

Pensar3

A destacar igualmente a realização do Pensar3 (Pensar ao cubo), um fórum de diálogo e pensamento gastronómico, de reflexão e debate do presente e futuro, no sentido de desenvolver e evoluir a comunidade gastronómica.


Divide-se em três dias de reflexão e três momentos – Pensar Pastelaria, Pensar Cozinha e Pensar Restauração, em que profissionais do sector se juntam para debater opiniões e apresentar as suas perspetivas de temas comuns a todos.


Pelo palco deste evento passarão nomes como dos Chefs David Jesus (Seiva), João Diogo Formiga (Encanto, restaurante vegetariano de José Avillez), Vladimir Veiga (LAB), Alana Mostachio (VDB Bistronomie), Paulo Pinto (ACPP – Associação dos Cozinheiros Profissionais de Portugal) José Domingos (Algarve Cuisine Academy), Filipe Martins (Kubidoce), entre muitos outros.


Para além destas iniciativas, a Lisbon Food Affair apresenta ainda um programa de Talks, promovidos por players do sector e apresentações de showccoking, entre as quais vai ser possível ver em acção a Equipa de Competição Culinária da ACPP – Associação Cozinheiros Profissionais de Portugal.


Créditos da Notícia: Grande Consumo


9 visualizações

Comments


bottom of page