PTMàMESA gerou o dobro para a economia local, em Portimão | in "Região Sul"

Em tempos de confinamento, o serviço gratuito de entregas ao domicílio fez sete mil entregas de comida, que se traduziram em cerca de 130 mil euros para o sector da restauração.


A funcionar desde 13 de Janeiro por iniciativa da câmara de Portimão, o serviço de entrega de comida ao domicílio PTMàMESA gerou nestes dois meses de actividade cerca de 130 mil euros para a economia local, contando actualmente com 76 restaurantes e pastelarias inseridos na respectiva plataforma.


«Esta medida municipal de apoio indirecto à restauração está a ter um impacto bastante positivo na facturação dos estabelecimentos aderentes e, desde o arranque, já corresponde a mais do dobro do valor que a autarquia decidiu investir para os três meses do projecto», sublinha fonte do município.

ptmamesa, Portimão, restaurantes, pandemia, pastelarias, restauração

A autarquia de Portimão irá continuar a assumir até meados de Abril próximo o custo das comissões e taxas associadas ao serviço, tendo disponibilizado para isso uma verba na ordem dos 60 mil euros, que inclui as entregas gratuitas, a criação da página web e App PTMàMESA e a mensalidade de cada estabelecimento presente na plataforma.


O cardápio do PTMàMESA apresenta um vasto leque de propostas gastronómicas, com destaque para a cozinha tradicional portuguesa, bem como para as culinárias brasileira, indiana, japonesa, italiana, chinesa e do oriente, sem esquecer a comida vegetariana e saudável, a pastelaria, os snacks, o churrasco e os hamburgers, as tapas e os petiscos.


A câmara salienta que «se para os restaurantes e similares em período de confinamento o PTMàMESA é um verdadeiro “balão de oxigénio”, para os clientes constitui a possibilidade de continuarem a encomendar as refeições e doces predilectos, apenas com um valor mínimo de 5 euros, escolher o método de pagamento (online, por multibanco ou no ato de entrega) e aguardar a comida no conforto do seu lar, sem desembolsar qualquer taxa adicional de entrega, o que permite poupar mais de 2 euros por cada encomenda».


A plataforma conta atualmente com 2552 clientes activos, cada um dos quais fazendo uma média de 2.74 encomendas, figurando no topo das suas preferências as cozinhas asiática, tradicional portuguesa e italiana.


Desde o início do serviço, 62 por cento das encomendas foram maioritariamente feitas através da App PTMàMESA, com 3366 instalações para Android e 400 para IOS, enquanto a Web representa 27 por cento dos pedidos e o call center, através da linha telefónica disponibilizada, é responsável por 4 por cento das encomendas.


Foram contabilizadas até ao momento 6.994 entregas de refeições ao domicilio (3032 ao almoço e 3962 ao jantar), não só na zona da cidade de Portimão (72 por cento), como também nas freguesias de Alvor (11 por cento) e Mexilhoeira Grande (6,6 por cento), uma vez que o PTMàMESA assegura este serviço nas três freguesias do concelho, através da sua equipa de distribuição.


Em regime de part-time ou a tempo inteiro, o PTMàMESA conta actualmente com 12 agentes de distribuição activos, tornando-se numa solução temporária de trabalho. Face ao aumento sustentado da procura, continua em aberto o reforço da equipa, podendo igualmente integrar a rede de distribuição taxistas ou empresas de transferes que presentemente se ressentem da crise no turismo desencadeada pela pandemia, bastando preencher o formulário online disponível na plataforma.


Quanto aos restaurantes que desejem aderir ao PTMàMESa e beneficiar das condições especiais proporcionadas pelo serviço, poderão fazê-lo de forma gratuita preenchendo o formulário disponível online.


Créditos da Notícia: Região Sul


#comérciolocal #restauraçãolocal #apoiararestauração #app #ptmàmesa #Covid19

2 visualizações