top of page

Recolha de resíduos orgânicos em Guimarães chega a mais 55 mil habitantes

Projecto que inclui sistema de recolha porta-a-porta passa abranger 11 novas freguesias do concelho.

organic waste, biorresiduos, lixo, guimarães, sustentabilidade

Em Guimarães já arrancou a segunda grande fase de recolha de resíduos orgânicos, prevista do Plano de Gestão de Biorresíduos Guimarães 2030, o que permite que a iniciativa chegue agora a mais 55 mil habitantes, cerca de 40 por cento da população do concelho.


A nova fase irá abranger as freguesias de Azurém, Caldelas, Costa, Creixomil, Fermentões, Mesão Frio, Ponte, Urgezes e a União de Freguesias Oliveira, São Paio, São Sebastião, que a partir de agora beneficiam da recolha de resíduos, primordialmente através do sistema porta-a-porta.


O centro histórico de Guimarães foi o local escolhido para dar início a este processo de recolha de resíduos orgânicos, em Janeiro de 2022, tendo este sido alargado às escolas e ao sector da restauração no passado mês de Novembro, o que já permitiu recolher mais de 1000 toneladas de resíduos orgânicos.


Os contentores de recolha já podem ser levantados gratuitamente pelos habitantes das freguesias que integram a segunda fase do projecto. Estão disponíveis em três locais, a saber: Juntas de Freguesia, parque de estacionamento da Mumadona e Laboratório da Paisagem. No total, serão distribuídos por toda a população mais de 20 mil contentores.


O município de Guimarães deu também início ao processo de compostagem doméstica, o que levou à distribuição de mais de 600 compostores, para além de que reforçou a recolha de resíduos verdes junto dos utilizadores domésticos, por agendamento. Esta acção levou à recolha de mais de 200 toneladas de resíduos.


Créditos da Notícia: Away


Comments


bottom of page