Selo “Clean & Safe” vai ter nova edição e novas regras a partir de Maio | in "Boa Cama Boa Mesa"

Anunciado com a validade de um ano, o impacto positivo gerado pelo selo “Clean & Safe” levou o Governo a decidir a renovação da iniciativa, com novas regras e exigências, a partir do próximo mês de Maio.

Até esta data, o Turismo de Portugal atribuiu mais de 22 mil selos “Clean & Safe” aos vários setores de atividade abrangidos, entre empreendimentos turísticos, alojamento local, restaurantes, empresas de animação turística, agências de viagens e até áreas de serviço para autocaravanas. Confiante no “sucesso alcançado”, no que descreve como “enorme adesão” das empresas turísticas, Rita Marques, secretária de estado do Turismo anunciou, no APECATE Day, que o selo “Clean & Safe” vai ter novas regras a partir de Maio, mês em que devem ser pedidas as renovações para 2021.


Em esclarecimentos prestados ao Boa Cama Boa Mesa, a secretaria de estado informa que o actual selo está em vigor até Abril e que, entretanto, serão anunciadas as regras e especificações para o “Clean & Safe” 2021, “tendo em atenção a actualização das orientações da tutela da saúde, e de acordo com o conhecimento que a comunidade científica adquiriu ao longo de um ano de combate à Covid-19”. O gabinete de Rita Marques explica ainda que a renovação desta certificação “abrangerá todas as tipologias de atividades anteriormente identificadas e continuará a envolver todos os parceiros com competências sobre as mesmas, para que a responsabilidade em ser agente de saúde pública seja também transversal ao sector”.


O grande objectivo do novo selo, cujas regras estão a ser desenvolvidas com o apoio da NOVA Medical School - Universidade Nova de Lisboa, em articulação com a Direcção-Geral da Saúde, é “contribuir para a retoma das actividades turísticas”, ao garantir “um maior nível de confiança dos turistas”, bem como dos colaboradores das empresas, face à segurança sanitária que o momento continua a exigir. Recorde-se que esta iniciativa do Turismo de Portugal teve forte impacto também internacionalmente com vários países a adoptarem certificações idênticas.


Em breve, todas as regras e orientações para o pedido de renovação do selo vão estar agrupadas num guia “Clean & Safe” 2021", com o Turismo de Portugal a promover acções de formação de apoio aos vários sectores do turismo nacional.


Segundo os últimos dados foram atribuídos 22 445 selos “Clean & Safe”destacando-se o facto dos empreendimentos turísticos, área que inclui desde hotéis ao agroturismo, terem uma certificação acima de 50%, em relação ao total de unidades registadas (RNET).


Pode consultar a listagem completa de entidades com selo “Clean & Safe”, na página Travel BI by Turismo de Portugal.


Créditos da Notícia: Boa Cama Boa Mesa


#turismo #hotelaria #restauração #selocleanandsafe #covid19