Chef Cozinheiro do Ano elege-se em Abril, com seis finalistas e jurados de peso | in "Evasões"

Seis finalistas de norte a sul concorrem a 15 de Abril ao título de Chef Cozinheiro do Ano, o mais antigo concurso nacional de cozinha para profissionais. Entre os jurados estão nomes como Sá Pessoa, Alexandre Silva, Ricardo Costa e António Bóia.

O mais antigo concurso nacional de cozinha para profissionais já tem data marcada para a grande final. A 31.ª edição da iniciativa Chef Cozinheiro do Ano decorre a 15 de Abril na FIL, em Lisboa, depois de realizadas as etapas regionais no Porto, em Coimbra e em Setúbal. Na corrida estão seis concorrentes de norte a sul, de entre centenas de participantes, para disputar o título. São eles Cristina Fernandes (do restaurante Sála, em Lisboa), Flávio Silva (da Escola de Hotelaria e Turismo de Coimbra), Hugo Portela (do Digby Restaurante & Bar, Porto), Marco Almeida (do Hotel Quinta das Lágrimas, Coimbra), Tiago Lopes (do Vila Foz Hotel & Spa, Porto) e Tony Martins (do Jase Hotels & Resorts, Porto).


Na grande final, ao longo de uma prova de seis horas, os finalistas terão que confeccionar um menú composto por sopa, prato de peixe, prato de carne em tabuleiro e uma sobremesa, criações que serão depois avaliadas por um leque de jurados de renome, muitos destes responsáveis por colocar os seus restaurantes no Guia Michelin. Do júri fazem parte Alexandre Silva (do Loco, em Lisboa), António Loureiro (de A Cozinha, em Guimarães), Henrique Sá Pessoa (do Alma, em Lisboa), Paulo Pinto, Ricardo Costa (do The Yeatman, em Gaia), Ricardo Luz (o vencedor da edição anterior do certame) e António Bóia, presidente do júri (do JNcQuoi, em Lisboa).


A 31.ª edição do Chef Cozinheiro do Ano, criado em 1990 pela revista Inter Magazine, e que será transmitida em directo nas redes sociais das Edições do Gosto, contará ainda com o Fórum Pensar Cozinha, um espaço de debate e divulgação de projectos e sinergias no panorama nacional da gastronomia. Este ano, o tema será o da Cozinha Colaborativa, que ganhou força com a chegada da pandemia, há um ano.


Henrique Sá Pessoa e António Loureiro, já mencionados como dois dos jurados, são alguns dos nomes que já venceram o concurso ao longo das décadas, aos quais se juntam outros como João Rodrigues (do lisboeta Feitoria, com uma estrela Michelin), Vítor Matos (do portuense Antiqvvm, também detentor de uma estrela) e Luís Gaspar (da Sala de Corte e do Big Fish Poke, vizinhos na capital).


Créditos da Notícia: Evasões


#chefcozinheirodoano #chefs #concursos #gastronomia #estrelamichelin

18 visualizações