top of page

O melhor vinho do ano em Portugal nasceu no Douro

A edição 2023 do Concurso Vinhos de Portugal distinguiu as melhores referências em várias categorias.

vinhos, wine

É uma espécie de Óscares à portuguesa, só que aqui os actores principais são os vinhos. A edição de 2023 do Concurso Vinhos de Portugal distinguiu nesta sexta-feira, 12 de Maio, as melhores referências do País. Esta é uma iniciativa da ViniPortugal, a associação interprofissional dos vinhos de Portugal que tem como missão promover a imagem do País enquanto produtor vitivinícola de excelência.


Houve prémios para licorosos, tintos, espumantes e até brancos. A região do Douro foi a mais premiada, conquistando 112 medalhas, seguindo-se o Alentejo, com 88. O júri foi composto por especialistas nacionais e internacionais. Ou seja, enólogos, jornalistas e sommeliers. Foram avaliados 1.385 referências de vinhos do qual resultaram 426 medalhas: 35 na categoria de Grande Ouro, 101 de Ouro e 280 de Prata.


Com o título “Vinho do Ano” — e também vencedor na categoria de “Melhor do Ano Vinho Tinto (Blend) — saiu da premiação o Quinta Nova Vinha Centenária Ref P29/P21, 2019, do Douro, que se destacou entre centenas de referências das várias regiões nacionais. No mercado, encontra garrafas com o preço recomendado de 89,90€.


“A Parcela 29 plantada com a casta Touriga Nacional, composta por 3300 pés e um declive de 20 localiza-se a uma altitude entre os 170 e os 205 metros. Representa um exemplar único e é uma peça fundamental na história da Quinta Nova de Nossa Senhora do Carmo na sua máxima expressão de terroir”, lê-se no site.


É uma verdadeira referência no Douro, que resulta num vinho de perfil “muito elegante” e “quase feminino”, contrastando com “uma estrutura intensa de taninos suculentos de enorme precisão”. O perfil seivoso e a cor púrpura refletem bem a natureza da casta Touriga Nacional.


Créditos da Notícia: NiT


#vinhos #enologia