top of page

Portugueses criam bebida de frutos vermelhos para prevenir diabetes

O Instituto Politécnico da Guarda – IPG vai criar uma bebida à base de cereja e mirtilo com propriedades antidiabéticas.

cherries, blueberries, mirtilos, cerejas, frutos vermelhos, red fruit, diabetes

Em parceria com empresas da região, os investigadores e estudantes envolvidos no projecto “RedFruit4Health”, financiado em 312 mil euros pelo Plano de Recuperação e Resiliência – PRR, irão desenvolver um produto com efeitos promotores de saúde que possa ser comercializado com recurso a produtos endógenos da Beira Interior.


“Os frutos vermelhos, tais como a cereja e o mirtilo, são conhecidos por serem uma grande fonte de nutrientes e pelos vários benefícios que apresentam para a saúde, desde as propriedades anti-inflamatórias até à prevenção da diabetes”, afirma Luís Rodrigues da Silva, investigador no IPG e coordenador do projecto. “Na concepção da bebida que temos em vista, vamos realizar ensaios pré-clínicos para garantir que o produto que vier a ser produzido mantém as propriedades originais das frutas vermelhas utilizadas”.


O “RedFruit4Health” prevê também a criação de menús saudáveis e sustentáveis à base de produtos endógenos da região da Beira Interior, inspirados na dieta mediterrânica para serem acompanhados pela nova bebida. Estes menús serão depois integrados nos sectores de restauração local e em cantinas escolares. “Sendo a desnutrição um dos maiores desafios da actualidade, queremos contribuir para um equilíbrio entre a saúde, a nutrição e o que de melhor a nossa região tem para oferecer”, afirma Luís Rodrigues da Silva.


A equipa de investigação do IPG está, neste momento, a trabalhar em parceria com a Cerfundão e a Beira Berry, produtoras agrícolas, e a 7.cbafruit, empresa que produz e distribui sumos de fruta. O projecto tem ainda como parceiros a Associação de Desenvolvimento Rural da Serra da Estrela – ADRUSE, a Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal – AHRESP, o Pólo de Inovação da Covilhã, a INOVA+, a Associação de Agricultores para Produção Integrada de Frutos de Montanha – AAPIM, o laboratório Egianálise, o grupo hoteleiro Esquila Real, e os restaurantes Tertulimbatível e Nevão de Estrelas.


Créditos da Notícia: Forever Young


61 visualizações

Comments


bottom of page